Saturno e Capricórnio através das Casas



Enquanto Júpiter evoca um sentido de expansão e otimismo na casa em que está localizado, Saturno quase descobre o pólo oposto da experiência. Em vez de sentir que a vida é essencialmente benévola e confiável nesta área, antecipamos as dificuldades, o desapontamento e a restrição no domínio de Saturno e, conseqüentemente, entramos nesta área com medo e precaução. Muitas vezes revelamos um sentido de liberdade e ilimitadas possibilidades na esfera de Júpiter, enquanto que no domicílio de Saturno encaramos as restrições e as limitações, além de um incômodo senso de dever, de responsabilidade e os "deveria" e "poderia" da vida.
O velho tirano é uma das faces de Saturno. Temeroso de que seus próprios filhos pudessem superá-lo, Cronos (o equivalente grego de Saturno) os devorava. A este respeito, o posicionamento de Saturno, por casa, é onde, devido ao conservadorismo ou ao medo, não permitimos que nossos impulsos criativos reinem livremente. Receando o desconhecido, o não experimentado ou qualquer novidade, mantemos o status quo nesta área da vida mesmo dentro daquilo que já existe e que talvez não seja uma grande maravilha. Autocrítica e auto-aniquilamento; a tal ponto nos preocupamos em não dar um passo em falso no domínio de Saturno que, em nome da nossa segurança, restringimos severamente nossas ações. Como Cronos, inibindo, julgando e censurando-nos, devoramos os frutos de nossa própria expressão criativa.
Cronos brandia uma foice, trazendo à mente o provérbio que diz: "Do jeito que você semeia, você colhe" do qual sua vida é a própria ilustração: tendo castrado e destronado o próprio pai, Urano, Cronos mais tarde foi derrubado por um golpe de seu próprio filho, Zeus. Desse mesmo modo, no mapa, o planeta Saturno representa a justiça exata e sem perdão. Gememos e sofremos quando negligenciamos ou evitamos o que Saturno requer; mas ele sempre nos recompensa devidamente por qualquer esforço, trabalho pesado, persistência e paciência que ponhamos nele. Podemos tentar disfarçar ou aliviar a dor associada à falta: de realização na casa de Saturno, negando a importância desta área da vida. Mais cedo ou mais tarde, no entanto, nosso sentido de inadequação ou falta de totalidade nesta posição nos atinge em cheio no ponto em que mais dói.
Mais do que um tirano, Saturno é também associado ao arquétipo do Velho Sábio, um rei do Mestre-escola Celestial, que usa a dor como mensageira para nos informar dos nossos próprios aspectos que necessitam de atenção e desenvolvimento. Afastar-se dessa esfera aumenta, em vez de diminuir, o desconforto; mas ouvir aquilo que Saturno está tentando nos ensinar ou mostrar gradualmente, transforma nosso sentido de inadequação em sentimentos de integração total, solidez e valor próprio. Encarando o desafio de Saturno, nos reforçamos e somos compensados com um maior conhecimento e realização. Como resultado, nos tornamos mais tarde mestres nesta mesma área de vida que tivemos maior dificuldade em superar. O incomparável poeta alemão Goethe (nascido com Saturno ascendente em Escorpião) retratou o sentido da verdadeira essência deste planeta numa simples frase: In der Beschrünkung zeigt sich erst der Meister (É na autolimitação que o mestre se mostra primeiro). Como uma espora na barriga de um burro, Saturno força-nos a desenvolver determinadas qualidades e características que provavelmente nunca nos teríamos incomodado em desenvolver se não obrigados por pressões internas ou externas.
O cabrito montanhês é outro símbolo de Saturno e somos virados para a casa em que Saturno se encontra. Em seus laboriosos esforços para ascender ao topo da montanha, o cabrito encontra muitos altos e baixos, mas acaba chegando à sua meta. Antes de dar um novo passo, o cabrito se certifica de estar bem firme no passo anterior. Qualidades positivas, tais como pensamentos cuidadosos e cautelosos, tato, perseverança e uma saudável aceitação da realidade, do dever e da responsabilidade são todos encontrados no terreno de Saturno.
Ter Saturno numa casa é semelhante a ter Capricórnio na cúspide ou contido nessa casa. A casa em que Saturno está sentado vai influenciar qualquer casa que tenha Capricórnio. Por exemplo, a dra. Elisabeth Kübler-Ross nasceu com Saturno em Escorpião na 8ª Casa e Capricórnio na cúspide da 11ª. Ela é renomada por suas profundas palestras (11ª) a respeito da morte, de morrer e do luto (8ª).
Saturno é co-regente de Aquário e pode também ter influência em qualquer casa em que se encontre o signo de Aquário. No mapa da dra. Kübler-Ross, Aquário se encontra na cúspide da 12ª Casa - seu trabalho pioneiro começou a ser elaborado primeiramente em hospitais e instituições de caridade. No entanto, em geral, a influência de Urano parece ser mais forte em Aquário do que em Saturno.

3 comentários:

Iara Sousa Sousa disse...

Lara, seus textos sao bem informativos. Gostaria de saber qto vc cobra pra fazer a analise de um mapa? Obrigada!!

Lara Moncay disse...

Olá Iara, desculpe responder somente agora, entra em contato por e-mail.
laramoncay@gmail.com
Grata

tatti disse...

Lara o que vc diria para quem tem una conjunção de saturno e netuno em capricórnio na casa 3?