Saturno na 8ª Casa

Saturno na 8ª Casa transmite apreensões e dificuldades na área da intimidade, na hora de compartilhar e nas uniões. As pessoas com essa posição podem sentir-se inseguras a respeito do que devem dar ou vivem alguma dificuldade para receber aquilo que os outros lhes oferecem. Geralmente há medo em se deixar ir, esquecer-se ou juntar-se a outra pessoa. Para elas, deixar-se ir verdadeiramente com alguém significa a morte do self como entidade separada. Trata-se de um processo atemorizante para os que têm Saturno na Sá Casa, pois querem ficar ligados àquilo que valorizam e possuem. E mais: entrar profundamente num relacionamento vincula-os à possibilidade de serem tomados por sentimentos que tentam manter sob rígido controle, como a raiva, o ciúme, a inveja e as paixões de natureza primitiva e instintiva. Eles desejam ardentemente uma união íntima, mas afastam-se dela por medo de serem tragados por essas erupções. Subsequentemente, podem encontrar dificuldades em relaxar, abrir-se e confiar nos outros, tudo o que poderia dar abertura a problemas sexuais. (Na mitologia, Eros e Tanatos eram irmãos, e a união sexual é uma espécie de morte da nossa individualidade.) Investigando as verdadeiras causas das inibições nesta área, aprofundamos nosso autoconhecimento e entendimento.
Além das possíveis dependências sexuais, existem conflitos na fusão de bens e ajustes pessoais nos relacionamentos. Os valores e as crenças do parceiro podem diferir dos deles, ou contradizê-los, ou então é possível que escolham alguém que seja um fardo. E, assim, a ajuda filantrópica de outros pode ser exatamente aquilo de que um Saturno na 8ª Casa precisa para seu próprio desenvolvimento pessoal. Pode haver problemas com heranças, impostos e contratos de trabalho, e a possibilidade de longos processos de divórcio. Alguns tendem a fazer carreira lidando com o dinheiro alheio - banqueiros, consultores de investimentos, agentes da Bolsa de Valores e contadores costumam ter este posicionamento de Saturno.
Em geral, eles hesitam em enfrentar o que há por baixo da superfície da vida e ainda assim é disso que necessitam para conseguir maior profundidade e maturidade. Obviamente, pessoas que tentam manter rígidos controles sobre si mesmas podem ficar muito assustadas pela perspectiva da morte física e daquilo que assoma com o que vem depois. Estas apreensões tendem a provocar sério desejo de maiores conhecimentos nessas áreas. O melhor exemplo é encontrado no mapa da tira. Elizabeth Kübler-Ross, com Saturno em Escorpião na 8ª Casa: com sua pesquisa pioneira, ela ajudou milhares de pessoas a enfrentar a morte com nobreza e calma.

13 comentários:

Dia disse...

Olá Lara!

Estou gostando do seu blog. Vasculhando meu mapa astral por aqui, tentando encontrar sei lá o quê. <- Aquariana

Continue seus estudos! *risos

Abraço

Lara disse...

Volte e sempre e se divirta!
Abraços

Anônimo disse...

Olá, tenho esse posicionamento e me identifiquei bastante com o que foi escrito, no entanto, é até angustiante ler haha só tem coisa negativa nessa posição? nada de bom? =/
Abç.
Tainá

FREEZING MOON disse...

tenho saturno casa 8 mas creio que esse texto é senso comum ate porque o senso comum na sociedade é essa coisa patética chamada amor, romantismo, psicologia, que so serve pro lixo da humanidade e sociedade continuar existindo.

eu nunca tive um relacionamento, nem mesmo vida social e amizades(ate porque amizade não existe, a sociedade é um baile de mascaras). mulheres sempre me repudiaram. e tenho marte capricórnio também o que facilita o isolamento social.

conheço essa questão do tanatos pois isso nasceu comigo, porem isso me causou sofrimento a vida toda, ate médiuns espiritas homossexuais resolveram me atacar devido a isso contando a porcaria da família sobre essa questão, o que me levou a ser paciente mental.

porem já tenho 30 anos, e já chutei o balde pra isso. saturno é meu planeta mais forte mesmo o sol sendo leao, e o saturno casa 8 eu interpreto com orgulho de ser fracassado mesmo, saturno já significa satanás, opositor a sociedade/humanidade. é assim que me vejo. eu curto heavy metal uso roupas pretas, a vida inteira nunca segui as normas sociais convencionais e sempre fui extremamente odiado a vida inteira, desda adolescência, sempre tive muitos inimigos embora sempre tenha sido solitário, a intolerância sempre veio da cultura, da coletivo social. então pra matar o romantismo, e me tornar mais individualista, resolvi me ver como um eterno inimigo da humanidade/sociedade, e tendo orgulho disso, sabedo que ser individualista não é querer ser o cara mais rico do mundo igual a idiotas liberais dizem, e sim viver a vida do jeito que quero, sempre remando contra a maré. seria impossível eu ter um relacionamento pois mulheres não me suportam mesmo, embora na minha vida eu tenha falado com muito poucas, quase nenhuma, creio que seja o ódio devido ao bullying que sofri na adolescência, onde a escola inteira me odiava, que me fez ser azarado com mulheres pois nas conversas eu sempre demonstro ódio e desrespeito a qualquer pessoa que as mulheres conheçam. a solitude cósmica é a esesncia da existência humana afinal so nos pensamos e sentimos com nossa mente, tudo que não é misantropia é romantismo e romantismo não leva a lugar nenhum. alias na minha visão o romantismo mata antes que o self possa se realizar na questão do eros/tanatos pois romantismo mexe com a merda do coração, com os sentimentos. é como se essa questão do tanatos fosse um beco sem saída, não há solução mesmo.

Anonimo alado disse...

Creio que tudo que aqui jaz é um apelo.
Você diz que é um inimigo da sociedade com orgulho, mas na verdade não passa de de seu pior inimigo.
Foi tão machucado durante a vida,mas resolveu aceitar a condição de uma feriada aberta e optar pelo caminho mais fácil: o ódio.
Não vou te julgar, poderia, mas não te conheço, e creio que ninguém te conheça, ja que se mostra simplesmente como mais uma máscara nesse baile citado .
Não quer enchergar esse menino que sofre dentro de você, não quer curar esse pobre e doente garoto, pois afinal, pra que tudo isso já que se tem uma armadura de um homem de trinta anos que odeia o mundo e só usa preto?
Eu realmente espero o seu bem! Não falo isso da boca pra fora , falo isso na esperança da sua morte e ressurreição, como diz em nosso aspecto em comum, Saturno na casa 8.

Jessy disse...

Poderia explicar melhor sobre quem tem Saturno na casa 8 em Áries? Como isso interfere nos relacionamentos amorosos e o que isso tem a ver com o sentimento de rejeição pelo pai? Obrigada!

FREEZING GOAT MOON disse...

é impossivel pra um saturno casa 8 encontrar essa morte e ressureeiçaõ, avida toda me colocaram no hospicio, me agrediram me ameaçaram, meus merdapais, fezes desgraçadas, estragaram toda chance de relacioanmento que eu teria. ja era pra mim. eu tenho odio sim de tudo e de todos. a vida de saturno casa 8 é depressiva, eu quando tiver velho vou me suicidar pois estarei sozinho e na quero morrer antes dos nojentos pais e nojento irmao.

FREEZING GOAT MOON disse...

é impossivel no self do saturn0o casaa 8 se realizar. isso é o que ha de mais imposivel na existencia. a vida de saturno 8 é sofrimento e esforço a vida toda, nao ha felicidiade, so ha depressoa, internaçoes em hospicios, o sistema/sociedade vai contra o self. a verdade é´que nao passamos de fanfanrroes, é melhro ser um fanfarrão do que um martir. o espritio prefere a companhia de um fanfanrrão mesmo. sou fraaccaassadol, lixo, um vermer, miseravel, com orgulho, sou um lixo e sempre serei.

SATURN MOON disse...

eu voiu deixar de lado o saturno casa 8, vou focar no meu ascendenten nodo norte aries. tenho certeza que enfrentarei o merdapai lixo denovo e paraparei de tomar as drogas, eu o matarei no ncomeço do ano astrologico.

MOON SABBATH disse...

anonimo alado, muito obriado pela tua aajuda. eu nao matarei meu merdapai mais. eu deixarei a ''criança'' que existe em mim se liberar. eu tenho orgulho do que soiu, saturno planeta mais forte, casa 8, e continuarei me esforçando pra me formar na matemtica e conserguir emprego e deixar d ser um paciente mental.

Andressa da Cruz disse...

Nossa impressionada com a semelhança, também tenho Saturno em Áries na casa 8. E também tenho problemas com meu pai.

Lara Moncay disse...

Olá.
Quando nos posicionamos contra alguma coisa estamos nos colocando do outro lado do pêndulo, não nos tornamos diferentes, apenas reagimos àquilo que nos incomoda, tomando a postura contrária e no final das contas somos iguais aos que nos agridem, ainda nos sentimos agredidos, como se isso nunca passasse e por isso estamos sempre reagindo, e nos defendendo, do que poderia não mais existir. Saturno nessa casa não é prescrição de infelicidade eterna, quer dizer que temos relações cármicas que são pesadas sim, mas que não revelam nenhuma destinação a infelicidade. O que é preciso fazer é ser consciente da energia que nos rodeia e consequentemente da energia que emanamos. Porque ser contra a sociedade? Perceber como ela funciona e saber lidar com ela, colocando-se acima dela, ou seja, sem deixar de ser quem é, é um grande passo. Perceber os problemas com os pais, entender os limites deles e ainda assim conseguir seguir em frente tentando retirar essas marcas é um caminho. Mais ainda, somos o que nos permitimos ser, tentem ser diferente, mentalizem o que querem realmente ser, se reconstruam, tentam ser melhores para vocês mesmos, isso também é um caminho. Existem outros posicionamentos no mapa natal que devem ser analisados e com certeza devem suavizar esse posicionamento. De igual maneira lidar com a criança ferida dentro de nós e cresce emocionalmente é necessário. O amor é o que une as pessoas, ele existe e é real, ainda estamos aprendendo a amar e acredito que a melhor maneira de começarmos é amando a nós mesmos, a sermos gratos pela vida, pela oportunidade de crescimento e transformação.
Muito grata por seus comentários.

maria Souza disse...

Fiquei meio triste com esse post. não gostei de ter saturno na casa 8, tenho saturno na casa 8 em touro.