Lua em Leão

O signo de Leão simboliza o momento em que a energia se expressa em padrões radiais de criatividade. Estes se exteriorizam como um centro e uma periferia que, ao interagir, geram um campo vincular de intensa ressonância e vitalidade em que a energia circula a partir da diferença funcional entre os componentes do sistema. Psicologicamente, isto pode produzir a ilusão de que a criatividade é própria de um só pólo de interação e não da particular diferenciação e o correto equilíbrio da estrutura centro-periferia que, permite que a energia se distribua em relação as necessidades de cada singularidade.


Quando uma criança entra na vida através desta qualidade e vive suas primeiras experiências identificado com ela, expressa uma intensa energia radiante que encontrará particular ressonância no mundo e ao seu redor. Inevitavelmente centralizará atenção dos demais e, durante todo o tempo em que esta Lua cumpra sua função protetora, sentirá que só sua presença cheia de vitalidade ao redor e acalma as experiências de quem a rodeia.

Se imaginarmos esta Lua como um capulho de energia, veríamos irradiar um centro ao redor do qual giram os demais componentes do sistema que garantam seu bem estar e sua vitalidade. Já vimos nas Luas anteriores que este fato protetor, através do qual a criança entra na vida, estará presente não só em sua corporeidade básica, mas também como parte integrante essencial do mundo afetivo que a rodeia. Uma pessoa com a Lua em Leão, provavelmente nascerá através de uma mãe que tenha estas qualidades ativas ou latentes. Seguramente em sua família alguma figura feminina centraliza a atenção dos demais, recriando o padrão radial próprio da energia leonina; quem sabe se trata da mãe, da avó ou alguma outra mulher admirada e venerada. O ambiente familiar pode estar impregnado de crenças e situações referidas a existência de pessoas excepcionais, a quem lhes corresponde um trato preferencial em relação aos demais. Também é provável que haja ao redor da família certa singularidade e relativa fama cujo comportamento chame a atenção. A diferença da Lua em Câncer, em cujo ambiente predomina a sensação de compartilhar, de desfrutar do fato de pertencer, o afeto grupal e a presença de tradição familiar, aqui se observa uma alta estima e diferença por individualidades que, pertencendo a família, se destacam de alguma forma. Esta fascinação por pessoas “especiais” podem ser uma característica das mulheres da família, assim, no nível inconsciente, está preparado o lugar para a chegada do filho que cumpra com esta expectativa e, ao mesmo tempo, outorgue com seu nascimento a posição de “rainha mãe” a quem o traga ao mundo. Sobre este marco familiar, os sucessivos filhos provavelmente expressarão distintos aspectos do padrão solar, com suas luzes e sombras. Mas aquele que nasce com a Lua em Leão ocupará o lugar do favorito, recebendo a mensagem equívoca de que se trata de alguém “único e diferente”.

Poderíamos imaginar uma cena arquetípica em que a “rainha mãe” veste seu filho ou filha com os atributos de sua majestade principesca: coroa, cetro e capa. Cada vez que este bebê despertar em sua cama se encontrará rodeado por uma multidão que em aplausos e gestos de aprovação, diante do olhar da mãe para quem esta homenagem é totalmente natural, tratando-se de seu príncipe ou princesa.

7 comentários:

Anônimo disse...

Para mim essa Lua eh um grande desafio...eu vou do ceu ao inferno com ela... continuo buscando o caminho do meio....com Sol em Virgem, ascendente em aquario e Lua em Leao... nem eu me entendo ^^By Rany

Jade disse...

tem um plano de fundo bonito, porém essas cores doem na vista! =T

Anônimo disse...

da 1 trabalho, mas é lindo

Anônimo disse...

Leitura bacana, mas o fundo preto acaba com o prazer da leitura.

Heráclito disse...

Olá Lara, eu estou em dúvida se os textos estão na ordem certa... É assim mesmo, ou começa de baixo para cima, porque o ultimo texto, o de baixo começa com o título "Lua em Leão(signo)", é isso mesmo?
Grd abraço.
E agradeço pela compreensão, e pelo material, novamente.

Anônimo disse...

Heráclito, é assim mesmo De baixo para cima. Começa com o post, "Lua em Leão". Está atualizado pela questão dos mais recentes.

Lara Moncay disse...

Grata!