Quíron em Câncer


É provável que quem possui esse posicionamento ache difícil se relacionar com os seus pais, seja por lhes causam desapontamento, tristeza, conflitos, ou simplesmente por não conhecer seu pai ou mãe, porque talvez tenham morrido ou abandonado o lar durante a sua infância.
Esses problemas podem tomar as mais variadas formas: pode haver desejo incestuoso, mesmo sem haver contato sexual explícito, o que pode levar a procurar sempre pares inacessíveis; talvez o pai ou mãe tenha criado os filhos sozinho(a), e agora pode procurar a mãe numa parceira; pode haver uma fixação no pai ou mãe ou do pai/mãe pelo filho, e esse pai ou mãe se torna um Deus que deve ser sempre obedecido, e qualquer tentativa de fazer valer seus desejos diferentes dos do pai ou da mãe acarretam muita culpa, por estar "traindo" esse pai ou mãe; você pode desprezar seus pais por eles serem ignorantes (ou por qualquer outro motivo) e estender esse desprezo para outras pessoas dificultando seus relacionamentos.


Você pode ter sofrido traumas e súbitas separações de seus pais, dando origem a uma sensação de desorientação e a uma incapacidade de entender o que realmente aconteceu. Poderá se culpar por tudo isso, e se tornar hipersensível a qualquer tipo de censura ou reprovação. Essas culpas poderão contaminar sua posição de pai agora na vida adulta, fazendo você sempre se sentir em cheque.
Sua segurança básica é fraca, você gostaria muito de voltar à segurança e aconchego do útero materno. Você, mais que outras pessoas, está disposto a sacrificar seus próprios sentimentos e potencialidade com o intuito de pertencer a outra pessoa ou a algum grupo. Mas acaba sempre se sentindo dentro de uma prisão, pois essa entrega em troca de aconchego impede que você continue crescendo, então você deve sair e buscar outro útero que o acolha, mas a solução não é essa. Você deve buscar dentro de si mesmo toda a segurança de que necessita. Lembre-se que por mais fortes que as outras pessoas pareçam, elas também são bebês no útero do universo, e são tão frágeis quanto você.
Você pode se revelar muito sensível ao sofrimento alheio e estabelecer com os outros uma relação empática. Na sua presença as pessoas podem ter facilidade em expressar seus sentimentos. Você tem o dom de nutrir emocionalmente os outros, aceitá-las em suas fraquezas, sem causar-lhes qualquer ameaça. Como você se sente muito confortável nas relações do tipo Mãe/filho com as pessoas, talvez sinta dificuldade em outros tipos de relação. A separação também é difícil para você, pois precisa sentir-se necessário, e pode até recorrer a chantagens emocionais sutis a fim de ficar ligado às pessoas, como um bebê à sua mãe. Não é fácil deixar os outros adquirirem sua independência. Analise o quanto esse comportamento atrapalha seus relacionamentos.
Você pode se sentir tão carente e vulnerável que teme abrir-se e receber apoio dos outros, ficando encolhido no interior de sua concha protetora.
Acaba passando fome diante de um banquete. Você pode sentir como fome suas necessidades emocionais, por isso você é impelido a comer quando está carente.
É provável que você tenha procurado no primeiro relacionamento uma parceira/mãe, pode ter invejado o carinho que seus filhos recebem da parceira. Após uma separação dolorosa, no entanto, você é capaz de recuperar segurança interior, estabelecer um contato muito bom consigo próprio, ser intuitivo, saber, mesmo à distância, o que acontece com seus entes queridos.
Se você veio de uma família que o magoava através de provocações, caçoadas, se suas demonstrações emocionais foram censuradas, você deve ter aprendido a exercer um controle muito forte sobre suas emoções, o que pode levá-lo a explosões periódicas e a gastar muita energia psíquica, o que o impede de ser mais feliz.
Você deve resgatar a franqueza e a naturalidade da criança sensível que tem dentro de si. Deve descobrir a criança vulnerável e necessitada que existe em você e cuidar dela. A procura do útero acolhedor finalmente terminará quando conseguir se transformar em sua própria mãe amorosa.
Você tem muita compaixão pelas comunidades sofredoras e se sentirá recompensado emocionalmente caso possa ajudá-los de algum modo, sente um interesse pessoal por grupos discriminados pela raça ou religião que possuem, ou que tenham passado por situações de guerra ou destruição de suas casas ou países, ou simplesmente pessoas que estão passando por situações difíceis por qualquer razão. Você sabe o que elas sentem como se tivesse passado por situação semelhante e procura ajudar de algum modo para sentir-se melhor.
Atividades que levem a melhorar o estado de nosso planeta são favoráveis para você, como exemplo, reciclagem de materiais, coletas seletivas de lixo, ecologia, melhoria das condições dos rios e mares, saneamento ou recuperação de áreas já danificadas na natureza, médico ou curador usando tratamentos de saúde naturais com plantas, minerais, música e cores, e muitas outras atividades que preservam não só o planeta como os seres humanos.

Um comentário:

Fernanda disse...

Oi. Tudo Bem? quiron em câncer é particular do signo de gêmeos ou no mapa Geminiano ele pode se colocar em casas difere tes? Grata.