Plutão na 4ª Casa - Escorpião no Fundo do Céu


Complexos, traumas e assuntos não resolvidos da primeira infância muitas vezes fervem debaixo do nível de conhecimento consciente se Plutão está na 4ª Casa. Os que têm Plutão nessa casa podem tentar abafar totalmente seus mais profundos sentimentos, exercendo um rígido controle sobre si mesmos como meio de se defender contra essas emoções não trabalhadas. Ainda assim, sempre existe um sentimento de algo perigoso espionando por baixo que pode tomar conta deles no final. Para alguns, toda a vida é construída no intuito de suprimir o que está por baixo e por isso eles são dominados por estas mesmas coisas que tentam manter escondidas. Encontrar o self é como descascar uma cebola - camada após camada tem de ser removida para chegar ao miolo. Mais do que qualquer outro posicionamento, este é um mergulhador de águas profundas que precisa se atirar nas profundezas do inconsciente pessoal, trazendo para a luz complexos escondidos, de tal modo que possam ser examinados, trabalhados e adequadamente transmutados.

Esses complexos provêm, provavelmente, de suas experiências no ambiente do lar quando bebês (a família de origem) e podem manifestar-se de novo mais tarde em suas vidas particulares e em casa. Uma vez que eles se sentem mais vulneráveis na esfera do lar, tentarão manipular e controlar os que se encontram à sua volta de modo que ninguém perceba e detone a bomba-relógio que têm dentro de si. Obviamente, isso não leva a um ambiente familiar dos mais calmos, onde certamente há muitas regras não escritas a respeito daquilo que é ou não permitido dizer ou fazer. Em qualquer ponto do mapa em que Plutão se encontre, tememos nossa própria destruição. Na 4ª Casa, o diabo espreita debaixo da cama, no armário ou fita-nos sentado do outro lado da mesa no café da manhã. É como viver ao lado do monte Vesúvio.

Quem tem Plutão na 4ª Casa pode experimentar reorganizar melhor sua vida mediante alterações na esfera doméstica, ou o colapso da estrutura familiar como um todo. Embora não seja nada fácil, eles têm a capacidade de sair do entulho renascidos, felizmente mais sábios e com maior autocompreensão. Visto por um lado positivo, Plutão na 4ª Casa é uma boa indicação de forte poder de regeneração e de habilidade para reconstruir o self depois de qualquer tipo de colapso. O instinto de sobrevivência vai fundo, e recursos que nem eles conheciam aparecem em tempos de crise.

Se tomarmos a 4ª Casa como representando o pai, ele pode ter sido vivenciado como excepcionalmente poderoso, sombrio e ameaçador. Crianças com este posicionamento tendem a ser bastante perspicazes quanto às paixões, à sexualidade, às frustrações e ao ódio contido do pai. Às vezes é a morte, o desaparecimento ou a distância psicológica do pai que as afeta fortemente. De forma mais positiva, elas poderiam representar alguém com grande coragem, força e poder de criação.

A 4ª Casa descreve como terminamos as coisas, e se Plutão ou Escorpião estão ali, os fins são muitas vezes finais e irrevogáveis. Pode haver necessidade de terminar dramaticamente certas fases da vida, ou a saída brusca de junto de pessoas ou de lugares aos quais estavam anteriormente ligados. O duque de Windsor que abdicou da coroa, sendo por isso deserdado da herança que era sua por direito, nasceu com Plutão em conjunção com Netuno em Gêmeos na 4ª Casa.

Quem tem Plutão na 4ª Casa pode amar e respeitar a natureza, uma ligação quase primitiva com a Terra e seus mistérios. Tentando descobrir os segredos da natureza, pode haver interesse pela oceanografia, o mergulho, a arqueologia, a psicologia e a metafísica.

Alguns conseguirão transmutar seus conflitos internos e suas agitadas emoções em expressão criativa. Por exemplo, de acordo com a hora dada por sei pai, Mozart nasceu com Plutão na 4ª Casa. Ele compôs alguns de seus melhores trabalhos durante períodos de depressão e doença. Através da exploração psicológica, de meditações e de reflexão interior profunda, e da estimulação de fontes de autoconhecimento, quem tem este posicionamento pode amadurecer em fontes de energia, de inspiração e de guia para os outros, extremamente sábias e radiantes. O deus grego Plutão era responsável por tesouros enterrados, e quem tem este planeta na 4ª Casa só precisa cavar para encontrá-los.

Escorpião no Fundo-do-Céu ou contido na 4ª Casa é semelhante à interpretação de Plutão nessa mesma casa.

2 comentários:

Gabriel Matheus disse...

Como eu posso encontrar esse tesouro???? aguardarei uma resposta Obrigado!!!

Gabriel Matheus disse...
Este comentário foi removido pelo autor.